Autobiografia da empresária Helena Ribeiro 

Origem

Sou de uma família humilde. Meus pais foram lavradores e enfrentaram muitas dificuldades para criar doze filhos. O mais importante é que eles me ensinaram as trilhas para alcançar meus objetivos: trabalho, humildade, ética, valorizar a família, ter gratidão, fazer tudo com amor e fé em Deus.

Até meus 11 anos trabalhei na lavoura e para ir à escola caminhava 10 km. Meus pais queriam uma vida diferente para os seus 12 filhos. Então, arriscaram tudo e em 1974, viemos para Campinas. Trabalhei como babá, depois doméstica e estudava à noite.

O Começo

Tive uma patroa muito boa, com quem trabalhei dois anos. Ela tinha uma loja de roupas ao lado de sua residência. Quando eu terminava os serviços, lhe perguntava: Posso ajudá-la na loja? Quero aprender coisas novas, tudo o que a senhora puder me ensinar. Ela concordou e quando aumentava o movimento, ela me chamava. Inclusive aos sábados.

Ela elogiava meu trabalho, pois eu sabia fazer os serviços da casa, inclusive cozinhar, além de ajudá-la na loja. Passados alguns meses, disse a ela que poderia ser sua melhor empregada, enquanto não arrumasse outra oportunidade, porque não queria ser doméstica para sempre. Mas, para tentar um novo emprego, teria que desenvolver outros conhecimentos. Sendo o principal da época, o curso de datilografia em máquinas elétricas.

Uma Ajuda Importante

Tinha 13 anos e ela perguntou quais eram meus planos e sonhos, disse algo como: Quero ser uma profissional bem-sucedida e enquanto for funcionária, vou aprender tudo o que puder e também vou poupar para um dia investir na minha empresa. Procurarei ser dedicada e competente. Assim estarei me preparando para me tornar empresária e ajudar meus pais a terem uma vida melhor.
Ela ficou comovida e disse: “você me ajuda na loja e irei ajudá-la a pagar o curso, você é determinada, vai à luta e será uma vencedora”.

Outras Oportunidades e Carreira Desenvolvida

Quando terminei o curso fui buscar novas oportunidades e comecei a trabalhar como vendedora na maior loja da Hering, o que facilitou a busca por outras oportunidades. Afinal, meus objetivos era explorar minha habilidade em escrever na máquina elétrica, que era um grande diferencial competitivo, se comparado a hoje com o profissional que tem conhecimentos avançados em informática no pacote office. Em pouco tempo estava trabalhando como auxiliar de escritório e como digitava muito bem e sem olhar para o teclado, tive muitas oportunidades explorando e aperfeiçoando esta competência.

A busca incansável por novas oportunidades me fez uma profissional e executiva de sucesso enquanto colaboradora. Até 2001 trilhei minha carreira exercendo os cargos: diretora executiva, gerente de filiais, gerente de venda, supervisora de pós-vendas, gestora de T&D/RH, bancária, representante, secretária, entre outras. Trabalhei seis anos no Banco Bradesco onde ampliei meus conhecimentos e ocupei vários cargos, de escriturária a subgerente. Após seis meses na gerência, fui convidada para ser Instrutora de Treinamento e fiquei três anos na Fundação Bradesco, onde ministrava 17 cursos entre gerenciais, comportamentais e técnicos.

Foram 21 anos para realizar o meu sonho de ser empresária. Em 2001 fundei a Razão Humana Consultoria e Assessoria.

Meu Perfil

Entusiasta, determinada, carismática, humilde, sonhadora, empreendedora, entre outras qualidades, e claro, meus defeitos. Valorizo minha família, amigos, clientes, a natureza e o networking. Até quando acontecem coisas negativas, penso logo: O que posso tirar de experiência desta situação? Isto servirá de lição de vida? Aprendi com os erros? Enfim, e “bola para frente”.

Sou meio plugada no “320” e apaixonada pelo meu trabalho, o que as vezes incomoda algumas pessoas, pois pensam que sou uma workaholic. Porém, sou workalove e muito dedicada ao que faço. Não importa se é por um trabalho remunerado, voluntário, ou um favor a alguém. Amo o meu trabalho, a VIDA e com entusiasta, me considero uma “Eterna Aprendiz”.

Vida Pessoal, Educacional e Profissional

Ser bem-sucedida

Profissionalmente e conciliar com a vida conjugal, no geral não é uma tarefa fácil para as mulheres que trabalham e são independentes. Infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade machista. Valorizo a vida a dois e, superar este obstáculo tem sido um desafio.

Casei com uma pessoa divorciada, que tinha dois filhos. Ficamos quatorze anos juntos. Porém, o forte do meu crescimento profissional começou depois do casamento e não foi fácil conciliar, pois até o meu sucesso, o incomodava.

Como eu viajava a trabalho, participava de convenções, feiras e eventos, tais compromissos foram abalando a nossa relação e objetivos. Ele pensava mais em “um amor e uma cabana” e eu não queria interromper meus planos. Estava em ascensão profissional, havia trabalhado muito para chegar até ali e também queria ter uma vida melhor para nós e ajudar meus pais.

Escolhas

Meu ex-marido era machista e sem aberturas para mudanças. Sentia-me sufocada, não conseguia desenvolver-me com a potencialidade que achava ser capaz; e nem me dedicar ao lar como ele gostaria. Infelizmente, na vida muitas vezes temos que fazer escolhas, pois merecíamos ser felizes e concluímos que seríamos mais felizes como amigos e nos separamos.

A Importância do Amor 

Tenho uma família linda que renova minhas energias, o que não substitui a vida a dois. Afinal, ter alguém para amar e ser amado, entre tantas coisas que rodeiam um casal, é muito prazeroso. Pena que amar e ser amada não acontecem quando queremos, mas sim a qualquer momento.

Tive alguns relacionamentos após a separação e foram ótimas relações, mas não o suficiente para uma nova união, pois algumas situações se assemelhavam ao meu casamento anterior e achei melhor não arriscar.

A Primeira Tentativa de Empresária 

Considero-me uma profissional competente e como desenvolvi minha carreira em empresas de vários portes, atuando em diversas áreas e cargos, me sentia preparada para novos desafios.
Tinha algumas economias que daria para empreender em um pequeno negócio. Porém, as mesmas foram bloqueadas pelo Plano Collor e tive que adiar o sonho de ser empresária. Aproveitei para mudar de atuação e buscar novos conhecimentos na área comercial e gestão empresarial.

Novos Conhecimentos e Funções

Comecei como representante comercial em uma grande empresa nacional, a SCI, hoje Equifax SA. Depois vieram as promoções para supervisão, Gerente de Vendas e de Filial. E por fim, transferida para São Paulo como gerente regional.

Desenvolvimento Profissional

Foram nove anos de desenvolvimento e crescimento. Aprendi sobre liderança, vendas, metas/resultados, gestão de pessoas, processos gerenciais, entre tantas outras competências necessárias para gerenciar uma filial. Não foi fácil, pois não tinha experiência gerencial anterior e tive que me dedicar muito. Mas o desafio me foi confiado e com muita dedicação, e a adrenalina que é gerenciar uma equipe de vendas, superamos muitas metas e celebramos as conquistas. Como havia atuado anteriormente com treinamentos, ministrava cursos diversos para todos da equipe, inclusive cursos e palestras aos clientes, principalmente em convenções de vendas. Nunca perdia a oportunidade de atuar como palestrante e nem de desenvolver a minha equipe.

Fusão com uma Multinacional Americana e Nova Cultura

Em 1986 a empresa foi incorporada pelo grupo americano, a Equifax S.A e foram 4 anos de mudanças para a nova cultura. Não foi fácil, pois vínhamos de uma gestão familiar e as mudanças foram brutais.
Neste período terminei minha Pós em Gestão Global de Negócios e como minha filial seria fechada, fui me preparando para me tornar empreendedora.
Mediante os meus conhecimentos e planos, minha empresa seria uma Consultoria em Recursos Humanos para atuação com treinamentos, palestras, entre outros serviços voltados para área de Consultoria Organizacional.

Nova Tentativa e Sonho Realizado 

Até o ano de 2000, deixei a marca pessoal Helena Ribeiro registrada pelas empresas que trabalhei. Porém, deixar de atuar como Executiva com alto salário para me tornar empreendedora, não foi uma decisão tão fácil.
Além do investimento que precisava fazer abrir uma consultoria, tinha que me aperfeiçoar em gestão de pessoas e RH.

Dediquei 2 anos no plano de ação e capacitação, onde participei de vários cursos de formação para consultores e uma Especialização em Pedagogia Educacional.
Também atuei como Consultora autônoma em Projetos de Consultoria e T&D, onde ministrei vários cursos para o IDORT, SEBRAE, SENAC, Jointware Consulting, entre outras. Incluindo atuações em projetos, que ampliaram meus conhecimentos em T&D/RH e Consultoria Organizacional.

Novos Desafios e Metas 

Com o passar do tempo estava difícil conciliar a prestação de serviços para várias consultorias com os meus futuros projetos e virei uma workaholic. Tive que escolher se continuaria como consultora autônoma ou dedicaria somente a minha Consultoria e ao Mestrado que tinha iniciado sobre Indicadores de Desempenho em T&D e RH na UNICAMP. E optei pela minha empresa.

Nascimento da Marca Razão Humana 

Focada na consultoria, iniciei a construção da marca com o apoio do Publicitário Luís Nunes da Diretiva Publicidade, que assertivamente sugeriu o nome RAZÃO HUMANA Consultoria. Uma Consultoria especializada em Treinamentos Vivenciais (TEAL), Soluções em T&D/RH e Consultoria Organizacional.

Graças a Deus o nome da RAZÃO HUMANA é muito elogiado e tem sua história divulgada no site. Além do nome assertivo, em vários eventos tivemos a presença das mídias, entrevistas para revistas, jornais, TVs, inclusive TV Globo no Programa Ana Maria Braga. Visite o site e confira as matérias na página Imprensa.

Os Diferenciais dos Serviços da RAZÃO HUMANA Consultoria 

Em 1990 durante o Plano Collor as perspectivas dos empresários eram desmotivadoras. Foi nesta época que surgiu a Metodologia Experiencial ao Ar Livre (TEAL), no Brasil, hoje conhecida como (teal, treinamento ao ar livre, treinamento experiencial, treinamento vivencial, team building, outdoor training, jogos empresariais, etc). Era uma metodologia nova e somente as grandes empresas tinham budget para investir.

Mediante este cenário realizei uma pesquisa do potencial de mercado e como haviam poucas informações sobre o TEAL e concorrentes, as perspectivas eram insuficientes para um bom planejamento de viabilidade de negócios e previsão do Return On Investment (ROI). Foi um grande dilema! Era arriscar ou desistir! Desistir jamais e avante as aventuras de se tornar uma empresária no Brasil, ainda mais com uma metodologia inovadora.

Sonhos, Desafios e Determinação 

O 1º desafio foi eu me especializar e oferecer um diferencial às empresas na adesão da Metodologia Experiencial. Foram mais de três anos de dedicação em pesquisas, desenvolvimento de dinâmicas, práticas das atividades de esporte de aventura com rafting, trekking, estratégias militares, entre outros formatos para ajustes da metodologia e adaptações ao perfil empresarial, analogias ao cotidiano profissional e pessoal dos participantes. Somado ao desenvolvimento de parcerias técnicas, formação da equipe de consultores etc.

Além dos investimentos de U$ 105.000 entre 2002 a 2005, considerado alto para uma Consultoria onde os serviços prestados são conhecimentos e know how dos Consultores. Enfim, nesta área os investimentos continuam sendo altos, principalmente para atuação com a Metodologia Experiencial.

Investimento na Sede Própria 

No planejamento de 2008, além do otimismo e visão da águia, aproveitei a simbologia cabalística do número 8 e comprei a sede própria, uma linda duplex com cobertura que batizamos de “ninho das águias”. Ampliei a empresa, valorizei a marca da Razão Humana e alçamos novos voos.

Lançamento do Livro VOCÊ, a Águia e a Natureza na Bienal 

A meta mais audaciosa de 2008 foi terminar de escrever meu 1º livro e graças a Deus e madrugadas adentro, conclui com o nome: VOCÊ, a Águia e a Natureza – O despertar experiencial do VOCÊ S.A, lançamento na Bienal em 8/2008. Em poucos meses esgotou a edição e em 2009 lancei a 2ª revisada.

Ufa!!! conciliar a vida de empresária com a de escritora não é fácil, pois a 2ª edição esgotou e ainda não conclui a 3ª, pois surgiram convites para outras obras que não pude recusar. Porém, para não perder a essência do livro, resumi e lancei um E-book com o título 8 Competências do Profissional Águia, que se encontra disponível, e gratuito, no link https://www.razaohumana.com.br/e-book-8-competencias-do-profissional-aguia/

Livros de coautorias

Escrever um livro é uma experiência inexplicável, mas demanda tempo para pesquisas, inspiração, entre outros fatores. Portanto, o sistema de coautoria é uma ótima opção. Inclusive, fui coautora de dois manuais sobre Coaching, em (2013 e 2017) e em 2019 do livro O Poder do Otimismo. Fiquei feliz com o convite, pois me identifiquei com o título e vi a oportunidade de contar um pouco da minha história e falar sobre: O Poder do Otimismo na Autoliderança, que tem tudo a ver com a minha trajetória. Afinal, se eu não fosse otimista, com certeza não estaria escrevendo a minha história e nem teria chego até aqui.

Atrelado ao livro, criei palestras explorando o tema, entre elas: O Poder do Otimismo para Alavancar Vendas; O Poder do Otimismo na Liderança Feminina; Poder do Otimismo no mundo V.U.C.A, entre outras sob demanda. Em todas começo com o meu Storytelling. Estou muito feliz com os resultados, pois as palestras foram muito bem avaliadas e contar a minha história tem agregado e muito, no conteúdo dos meus trabalhos.

Inclusive, estes resultados me motivaram, assim que possível, a lançar um e-book com a minha autobiografia, mas não resumida como aqui. Afinal, histórias como a minha podem inspirar muitas pessoas a não desistirem dos seus sonhos. Portanto, escreva VOCÊ também a sua história e seja fonte inspiradora.

Tempos Melhores Virão

Este ano a Razão Humana completa 20 anos de mercado. Gratidão aos clientes e equipe pela conquista. E mais do que nunca, precisamos continuar motivados para os próximos anos.

Confesso que não será fácil, pois a menos de um mês da crise, já estamos sentidos os efeitos da Covid-19. Porém, espero que esta experiência nos traga diversos ensinamentos e aprendizados. Assim, em conjunto com a nossa equipe e consultores, poderemos apoiar os nossos clientes para juntos superarmos esta crise. Afinal, entramos rumo aos 30 anos e ainda teremos muitas histórias para contar e celebrar.

Eterna Aprendiz 

Como consultora, manter-me atualizada é um desafio, pois são muitos os assuntos. Para tanto, me considero uma eterna aprendiz, pois potencializar o meu A.C.H.E (Atitude, Conhecimento, Habilidade e Entusiasmo) é fundamental. Afinal, eu sou o meu maior Capital e a valorização dele só depende de mim. E falando nisto, como vai o seu A.C.H.E?

Faça uma autorreflexão: Onde está? Para onde vai? Onde quer chegar? Com quem vai? E mãos à obra, invista no seu A.C.H.E, pois, com certeza ninguém fará isto por VOCÊ.

Agradecimentos Especiais

Gratidão a Deus e aos meus pais (in memoriam) pela minha vida. Agradeço a todos que contribuindo com o meu crescimento pessoal e profissional. Em especial, gratidão a VOCÊ leitor por ler a minha história e será um prazer receber a sua visita neste site e no meu Blog www.helenaribeiro.com

A águia que habita em mim, saúda a águia que habita em VOCÊ.

Com carinho e até breve!

Helena Ribeiro

Contatos:
(19) 99117 7089
e-mail diretoria@razaohumana.com.br
www.razaohumana.com.br

Menu